Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2020

A parede de caramelos

Imagem
A o  conhecer a fábula de João e Maria, as crianças sonham encontrar uma casa feita de guloseimas. Em Araguatins, os pequenos quando chegam a nossa casa veem ali a chance de realizar esse sonho. A cerâmica que reveste a parede da frente tem relevos que parecem caramelos derretidos; e as crianças não resistem em confirmar, passando a língua, se aquela parede é realmente feita de docinhos. Com os olhos fixos na parede, elas passam as mãozinhas sobre a cerâmica dando uma leve lambidinha no relevo. Outra, e só pra ter certeza, mais outra. -  Não é docinho . Elas dizem, dão um sorriso e vão embora. Na família, tudo começou ainda nos anos 80, com os sobrinhos que já são pais; e logo virou tradição infantil herdada por todos os descendentes. Assim que aprendem a andar, passam delicadamente as mãozinhas na cerâmica e dão uma lambidinha na parede. E mais uma, só pra ter certeza. Os vizinhos da direita,  Caboquinho e Inocêncio, e  da esquerda,   Liliu e Tontonho, disputam quem vai acha

O namorado de mamãe

Imagem
P apai chega pelo corredor lateral de nossa casa, cruza a sala de entrada e vai para o quarto em que durmo; mamãe entra pela porta que liga seu cômodo a meu aposento. Da sala, vejo quando se encontram; ela entrega a ele a valise preta com roupas, deseja boa viagem, e eles se beijam.  Eu desconfio, na hora, que os dois estão namorando.  Aos quatro anos de idade, obviamente, eu nada entendo de relacionamentos.  Os dois vivem que nem irmãos. Vão sempre às festas juntos; e mamãe só serve o almoço quando papai volta da rua. Eles até dormem no mesmo quarto. Papai é um exímio piloto, domina tanto os barcos pequenos quanto os grandes. É reconhecido como um dos melhores, e o mais destemido piloto do Araguaia e Tocantins. Conhece todos os canais e rios da região e é perito em atravessar, nas vazantes, os traiçoeiros banzeiros das perigosas cachoeiras. A  bordo do Asa Branca, ele s ai de Araguatins e vai a Imperatriz, Carolina,  Xambioá, Marabá,  Jatobal, e outr as cidades . Além de artigos par

Tire a sua máscara e mostre-me quem você é!

Imagem
E stava recluso há oitenta dias por força da quarentena. Trabalhava em home Office e tudo o que precisava era solicitado por aplicativos. Possessivo, fora abandonado pela noiva pouco antes do isolamento e ficou todo esse tempo sem namorar. Hoje queria ver alguém; estava ávido. De máscara, entrou no carro e circulou pelas ruas de Palmas. Próximo ao shopping reduziu a velocidade; era incomum pouco movimento naquela área. Naquele momento, além dele, só havia a bela garota de máscara amarela que caminhava a passos firmes em direção ao lago. Passavam das 19 horas e fazia muito calor. Ele encostou próximo ao meio-fio, abaixou o vidro e ofereceu carona. A garota aceitou. - Obrigada, está mesmo um pouco escuro. Disse ela, ajustando a máscara ao rosto. A noite está quente e resolvi ir à praia; moro aqui perto. Achou ela bonita, embora não pudesse ver totalmente seu rosto; e imaginou como seria por baixo daquela máscara; melhor ainda, por baixo daquela roupa. - Acho que a praia est